sábado, 31 de julho de 2010

COMPUTER LOVE





Um click e pude te encontrar numa bela tarde de verão.

Naquele chat, mesmo lotado pude avistar você. E a delicadeza do teu nick chamou-me a atenção.

Foram dias online somente para ler teu charme. E no teu encanto fiz um upload do meu amor.

No HD do meu coração, apesar dos tantos GB, não havia espaço na memória para mais ninguém.

Cada dia crescia o carinho com atualizações: Versão do meu amor; Versão de minha imagem: refletindo o brilho da paixão em meu olhar; Versão do doce som da tua voz; A versão incorporada da família na web.

Madrugadas em stand by.

Tudo era um sonho, parecia o software perfeito.

Até que bugou tudo.

Foram surgindo vírus: desconfiança, desinteresse, ciúmes.

Tentei baixar alguns antispyware, antivirus. Nada resultava.

Digitava F5 tentando encontrar você.

Foi então que percebi que na realidade o teu coração não tinha feito download.

Talvez os spams tenham influenciado, ou os pop ups tenham desviado a sua atenção.

A solução era fazer um back up dos melhores momentos e deletar esta loucura. Sem solução.

Tentei achar espaço na razão fazendo desfragmentação. Nada também.

Limpei todo diretório (A)lma, esvaziando a lixeira, excluindo os erros nos arquivos, apaguei o histórico e os cookies da nossa história.

Talvez reinstalando os sentimentos e fazer um upgrade.

F2, enter Setup, configurar meus desejos.....

Por fim, dar um boot, formatar, sem direito a salvar nada que havia guardado na memória.

O problema é que todos os arquivos do meu sentimento estão em cloud computing.


O jeito é Ctrl+W, Ctrl+N e procurar um novo link para substituir este amor.

Porque você sempre terá um lugar reservado na minha homepage.


Wagner Pires

Nenhum comentário: