segunda-feira, 10 de novembro de 2014

AMANHECER




Desperto em meus sonhos
Abro os olhos e aprecio a paz e a alegria
Onde desejaria estar
O Sol está sempre brilhando
No azul do céu entre as nuvens
Apesar da distância
Ainda que os dias sejam frios e solitário
Sinto-me amado, protegido e admirado
Vivo situações que me dão orgulho
É uma diversão esta aventura

Desperto em meus pesadelos
Só vejo contendas e turbulências
Onde não deveria viver
O Sol nunca brilha
Escondido no céu cinzento entre fumaças
Mesmo estando perto
Em dias nublados e incertos
Sinto-me desprotegido, desprezado e ignorado
Vivo lutas que parecem não ter fim
É cansativo e desanimador

Desperto do meu sono
Admiro a beleza e a natureza
Onde poderia morar
O Sol nasce entre as montanhas
Cada vez mais brilhante nas águas do riacho
A meio caminho de casa
O calor é intenso, mas não tenso
Sinto-me amigo, respeitado e elogiado
Vivo calculando e planejando
É aprendendo com os erros e os acertos

Desperto da minha dor
Sentimentos de indignação e revolta
Onde conseguiria fugir
O Sol esconde-se nas negras nuvens
Porém não chove para refrescar e brotar
Todos debaixo de um único abrigo
Lugar apertado e estreito
Sinto-me sufocado e sem liberdade
Vivo desesperado e angustiado
É contando os dias no COTIDIANO

Desperto na vida
Cessa as lágrimas e o sofrimento
Onde deixarei para trás
O Sol ainda vai reinar, se impor
Trazendo à luz a justiça
Ainda há muito a realizar
Com vigor, disposição e vontade
Sinto-me encorajado a prosseguir
Vivo com esperança
É esperando o tempo passar


"Então Davi e seus soldados choraram em alta voz até não terem mais forças.....Davi ficou profundamente angustiado, pois os homens falavam em apedrejá-lo;.....Davi, porém, fortaleceu-se no Senhor seu Deus."

1ª Samuel 30:4-6



Wagner Pires

Nenhum comentário: