sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

ANTICULTURA VIRTUAL




        Em dois momentos do meu COTIDIANO são onde eu consigo ter mais idéias: em um deles eu estou impossibilitado, é quando tomo banho, fico ali pensando em projetos, desenhos, produções musicais, crônicas, etc.

          Aliás, no banho eu pensava, pois com esta crise no abastecimento de água em São Paulo estou tomando banho de 5 minutos que não da tempo de pensar em nada.

          Portanto, sobra para as madrugadas ficar pensando.

          Mais uma vez, por volta das 3 da manhã acordei e sem sono para voltar a dormir e para não ligar a TV fiquei pensando no meu blog, nos amigos e familiares que não se interessam em conhecer e prestigiar, ou até mesmo criticar-me considerando coisas banais e inúteis.

          Ai é que me veio a dúvida: quantos blogs, sites de notícias estas mesmas pessoas tem visto diariamente, ou uma vez por semana?

          Eu tenho um ritual, vejo 4 sites de notícias do Brasil (uol, band, terra e globo) outros 3 de Portugal (iol, sapo e aeiou), além de sites de esportes (espn, lance, as, record, abola, marca), diversos blogs e vlogs (uma lista que depois atualizo este texto e publico). Quero estar sempre informado e aprender.

          As pessoas limitam-se ao facebook, twitter, whatsapp, e a postarem algum meme: geralmente religioso, outros de auto ajuda (o que eu considero de tremenda hipocrisia). Utopia. O mundo retratado nestes memes é uma grande mentira, estas pessoas não são, não vivem e não praticam o que escrevem e publicam, e se imagina que isso poderia acontecer, engana-se, como eu disse: é uma utopia, é acreditar em Alice no Pais das Maravilhas.

          Vejo ainda nestes memes postados muita coisa de futebol e das celebridades, e muito sensacionalismo com tragédias, um terror de tremendo mal gosto. Ainda bem que em relação à politica já diminuiu - só um pouquinho, pelo menos por enquanto.

          O facebook foi criado com interesse comercial.

          As pessoas não tem tido interesse em ler um bom livro, acompanham notícias apenas no Jornal Nacional (telejornal muito fraco e de interesse próprio) aguardando seu fim para assistirem a novela (medíocre), ou assistem violência e tragédias através do Datena e do Marcelo Rezende, Big Brother (Big Bosta) e outras bobagens. Poderiam assinar uma revista semanal, comprar um livro, seguir um blog de temas interessantes e atuais. 

          Enfim, acompanhar todo tipo de notícia, isto é história, história é cultura.

          Não posso por a culpa na internet e no seu conteúdo. Na verdade o bom conteúdo, o bom uso existe, esta lá, mas poucos usufruem. Isto é um problema cultural, ou como eu sempre digo, a falta dela. Falta de uma cultura para se chegar ao conhecimento, o que faz adquirir sabedoria para uso da inteligência. Inteligência é um exercício diário para o cérebro.

          Fotografia!

          É uma arte com fácil acesso pela internet, você viaja conhecendo muitos lugares, pessoas, culturas, usos e costumes.

          Novos escritores, amadores como eu, aventureiros colocando seus sentimentos e conhecimentos para fora através de palavras em textos, crônicas, contos, poemas, prosas,etc. São suas histórias verdadeiras ou ficção que são publicadas constantemente. Uma ferramenta que veio ajudar estas pessoas que num mundo sem internet não teria como publicar numa coluna num jornal ou revista, ou ainda publicar um livro.

          Vlogs de culinária, política, turismo, moda, beleza.....enfim

          A internet deveria ser melhor utilizada como aprendizado ou entretenimento, e não ser como a vilã do mundo contemporâneo destruidor de lares com a pornografia, pedofilia, homossexualismo, adultério, violência, fofocas.....O que vejo são bons materiais esquecidos num servidor, esperando que alguma mente curiosa queira viajar em ilusões, críticas, banalidades, as vezes estúpida e imbecil, mas este e um espaço democrático a ser explorado.

          Faça um favor para você, sua comunidade, seu mundo.....informe-se e fuja da mediocridade egoísta contemporânea que só vê, posta e critica a internet e suas redes sociais!


Wagner Pires

Nenhum comentário: